Um poema traduzido para Italiano

A caligrafia das aves (inedito in Italia)

di Tiago Patrício (Biografia/notizie)


As aves marcam o relevo da maré
e a estenografia das horas
Mudam de estação como de idioma
e ondulam pela areia de uma seara
Emergem de vírgulas interiores
e anunciam uma ortografia madura
entre as linhas de continentes decalcados
a tinta impermanente

Têm uma caligrafia acidental em frente ao mar
e uma forma nasalada de dizer
meu pé, minha mãe, meu pão
Escrevem uma carta com sotaque de despedida,
uma interrogação quando podia ser a travessia

[ Tratto da “O Livro das Aves”, di Tiago Patrício, Quasi edições, Portogallo 2009. Prémio Daniel Faria 2009. Inedito in Italia. ]

*

La calligrafia degli uccelli

Gli uccelli seguono il rilievo della marea
e la stenografia delle ore
Mutano di stagione come di idioma
e ondeggiano sulla terra delle messi
Emergono da virgole interiori
e annunciano una ortografia matura
tra le linee di continenti ricalcati
a tinta non permanente

Hanno una calligrafia accidentale di fronte al mare
e una forma nasalizzata di dire
mio piede, mia madre, mio pane
Scrivono una lettera con accento di commiato,
con l’interrogativo su quando potrebbe avvenire la traversata

[ Traduzione di Roberto Maggiani ]

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

5 respostas a Um poema traduzido para Italiano

  1. Excelente poema.

    Obrigada em nome da Poesia.

  2. Maria de Sousa Pedro diz:

    Obrigada, irei procurar onde me indicou.

    Bem haja.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s